Como ser Emocionalmente Inteligente? 18 Hábitos para o dia-a-dia

Descobre neste artigo 18 hábitos e competências de Inteligência Emocional que te vão ajudar a ser uma pessoa emocionalmente inteligente.
Especialista em Inteligência Emocional
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Ouves falar de Inteligência Emocional e da sua importância, mas como ser Emocionalmente Inteligente?

O que caracteriza as pessoas emocionalmente inteligentes?

Neste artigo vais descobrir 18 hábitos e competências das pessoas emocionalmente inteligentes que te vão ajudar a desenvolver a tua Inteligência Emocional.

18 Hábitos para seres Emocionalmente Inteligente?

1) Escuta ativa

As pessoas emocionalmente inteligentes sabem que ouvir e escutar não significam o mesmo.

Para realmente escutarmos alguém precisamos de estar focados no que estamos a ouvir, perceber o significado, sentir as palavras e interpretar as expressões faciais.

Dica rápida: Experimenta repetir o que acabaste de ouvir em forma de pergunta para garantir que perceberam exatamente o que foi dito. Por exemplo: “Se percebi bem, sentes-te injustiçada por não teres sido promovida e estás a pensar mudar de trabalho, é isso?”

2)  Difíceis de irritar

O domínio emocional pode ser desafiante, passa muito pela forma como olhamos para nós próprios.

Se és confiante e seguro/a de ti próprio/a, é difícil alguém dizer ou fazer algo que te irrite ou mesmo que te ofenda.

Se fores confiante e tiveres a mente aberta vais conseguir brincar com os teus próprios erros ou defeitos.

Eu por exemplo, estou a ficar cada vez mais careca. Quando me dizem isso eu respondo: “Cada vez me cai menos cabelo!“.

3) Interessam-se genuinamente pelos outros

As pessoas emocionalmente inteligentes são fascinadas pelo comportamento humano.

Adoram saber quais os interesses e paixões das pessoas que conhecem. Procuram sempre o lado positivo nos outros e isso faz com que consigam ver o que cada pessoa tem de especial.

Dica rápida: Da próxima vez que falares com alguém, em vez de falares apenas de assuntos superficiais, experimenta perguntar: “O que gostas tanto de fazer que nem dás pelo tempo passar?”

4) Abraçam a mudança

Como ser emocionalmente inteligente quando tudo está em mudança e não sabemos o que nos espera?

As pessoas emocionalmente inteligentes são pessoas flexíveis e em constante adaptação.

Sabem que o medo da mudança é paralisante e é uma ameaça ao seu sucesso e felicidade. Elas lideram a mudança e desenvolvem um plano de ação para que a mudança ocorra de forma positiva e com benefícios bem definidos, para elas e para os outros.

Quando a mudança lhes é imposta, conseguem adaptar-se à nova realidade com relativa facilidade.

Dica rápida: Podes começar por alterar a tua rotina, o que fizeste hoje de diferente?

5) Dão sem esperar nada em troca

Como ser emocionalmente inteligente quando damos muito e recebemos pouco?

Quando alguém nos dá algo de forma espontânea, sem esperar nada em troca, deixa uma boa impressão.

As pessoas emocionalmente inteligentes gostam de dar incondicionalmente e constroem relações fortes pois estão constantemente a pensar no bem estar dos outros.

Dica rápida: Conheces o movimento Pay it forward – favores em cadeia? Descobre mais sobre este movimento de bondade a nível mundial.

6) Conhecem-se a si próprias

Sabem quais são as suas forças e fraquezas.  Percebem exatamente que situações, ambientes ou pessoas despertam determinadas emoções.

Ter uma inteligência emocional elevada significa ter a capacidade de utilizarmos as nossas forças para explorar todo o nosso potencial e evitar que as nossas fraquezas nos impeçam de progredir.

Desta forma podemos perceber qual o melhor caminho para conseguirmos alcançar o sucesso e a felicidade.

Dica rápida: Tens noção do que sentes no teu corpo quando estás perto daquela pessoa que te incomoda? Da próxima vez experimenta apontar todas as sensações corporais.

7) Não guardam rancor

Guardarmos rancor em relação a alguém faz aumentar os níveis de stress no nosso corpo.

Sentimos um aperto no peito, uma tensão geral no corpo, acelera a batida do coração e revivemos mentalmente a situação que nos fez guardar rancor.

Investigadores da Universidade de Emory nos E.U.A. mostraram que vivermos em stress contribui para o aumento da pressão arterial e aumenta a probabilidade de contrairmos uma doença de coração.

Perdoe, pela sua saúde!

8) Guardam os seus erros a uma distância segura

As pessoas emocionalmente inteligentes distanciam-se dos seus erros, mas não os esquecem.

Guarda os teus erros longe o suficiente para não estares sempre a pensar neles, mas perto o suficiente para acederes às lições do passado com o objetivo de tomares as melhores decisões no futuro. Se estiveres sempre a pensar nos teus erros, vais baixar a tua autoestima, se os esqueceres aumenta a probabilidade de os cometeres novamente.

Dica rápida: Sempre que erras, associa sempre ao erro uma aprendizagem positiva, uma lição.

9) Não deixam que ninguém limite a sua alegria

Quando a nossa sensação de prazer e satisfação é consequência da opinião das outras pessoas, deixamos de ser donos da nossa felicidade.

As pessoas emocionalmente inteligentes sentem-se bem em relação a elas próprias e não deixam que ninguém lhes retire esse sentimento.

Apesar de ser impossível desligarmos as nossas reações em relação às opiniões dos outros, podemos ter consciência que o nosso valor vem de dentro de nós. Amarmo-nos incondicionalmente é a base da felicidade.

As pessoas emocionalmente inteligentes também:

10) São gratas pelo que têm

11) Não perseguem a perfeição.

12) Vivem no presente.

13) Têm a competência de gestão de emoções bem desenvolvida

14) Têm um vasto vocabulário emocional.

15) Têm uma comunicação assertiva. 

16) Têm relações pessoais fortes e saudáveis.

17) Conseguem aumentar a sua motivação quando precisam dela

18) Sabem gerir o stress.

Conclusão

Ao contrário do QI (quociente de inteligência), o QE (quociente emocional) pode ser desenvolvido com o treino regular de comportamentos emocionalmente inteligentes, o nosso cérebro constrói os caminhos necessários para os transformar em hábitos.

Passado algum tempo passas a adotar os novos comportamentos sem sequer pensar neles, ou seja, de forma natural.

Aumentar a tua Inteligência Emocional está nas tuas mãos.

Partilha nos comentários deste artigo, quais destes hábitos ou competências precisas de desenvolver?
Partilha este artigo nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Ricardo Cabete

Ricardo Cabete

Especialista em Inteligência Emocional

Linked In

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ARTIGOS SOBRE INTELIGÊNCIA EMOCIONAL, COMUNICAÇÃO E LIDERANÇA:

Vídeos em destaque:

Palestras e Formações para Empresas – Ricardo Cabete – Palestrante Internacional

Emoções: O Manual de Instruções (Ricardo Cabete Palestra TEDx)

Workshop Inteligência Emocional com Ricardo Cabete

Tour Inteligência Emocional – Médio Oriente

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!